AFAVEL - Agricultura Familiar e Valorização Territorial Sustentável, em contexto de Alterações Climáticas

O projeto AFAVEL (Operação PDR2020-20.2.4-FEADER-058088 – Assistência Técnica Rede Rural Nacional | A4: Observação da Agricultura e dos Territórios Rurais) tem vindo a decorrer desde o início de 2020 e tem o seu termo previsto em março de 2021.

Tendo como promotor a ANIMAR (Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Local), o AFAVEL tem envolvido o trabalho de mais sete parceiros: ADER SOUSA (Associação de Desenvolvimento Rural das Terras de Sousa); CONFAGRI (Confederação Nacional das Cooperativas Agrícolas e do Crédito Agrícola de Portugal); Cooperativa Três Serras de Lafões; DRAP Norte (Direção Regional de Agricultura e Pescas do Norte); DRAP Centro (Direção Regional de Agricultura e Pescas do Centro); IGOT (Instituto de Geografia e Ordenamento do Território da Universidade de Lisboa); TRILHO, Associação para o Desenvolvimento Rural.

O AFAVEL visa aprofundar o conhecimento da agricultura familiar e dos territórios rurais com expressão significativa deste tipo de agricultura, estudando políticas de apoio e avaliando condições de implementação. Apoia-se em trabalho de campo em territórios das Regiões Norte, Centro e Alentejo, e pretende contribuir para promover processos de valorização socioterritorial, inovação social e capacitação integrada dos atores e agentes de desenvolvimento rural, face aos desafios das alterações climáticas.

Em setembro de 2020 conta-se dar início à apresentação e discussão dos primeiros resultados dos estudos efetuados no âmbito do AFAVEL, tanto de análise de políticas e de informação publicada como de entrevistas em profundidade realizadas junto de agricultores familiares. Prevê-se encetar uma dinamização de atividades em rede e de partilha de boas práticas que inclui a realização de focus groups (grupos focais) e ações de divulgação / sensibilização, contemplando discussão em Jornadas da Agricultura Familiar.

Além dos pretendidos efeitos regionais e locais, estas ações contribuirão também para alimentar o processo de elaboração de recomendações e propostas de medidas de políticas públicas para a Agricultura Familiar e a valorização territorial sustentável, a desenvolver em inícios de 2021.