Recursos

Sobre Publicações Animar
96 recursos encontrados

Publicações Animar
Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Local
Lisboa

Brochura reproduzindo os 10 painéis que constituem a exposição comemorativa do 25º aniversário da rede Animar, nos quais se conta a sua história.

Publicações Animar
Desenvolvimento Rural
Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Local
Lisboa

No decurso do projecto À Descoberta do Mundo Rural foram emergindo várias questões, cujas respostas esti­veram na base da construção de um quadro conceptual que permitiu identificar um conjunto de vinte iniciativas consideradas boas práticas de desenvolvimento local em meio rural, abrangendo um conjunto de âmbitos de intervenção que se foram alargando com o desenvolvimento do projeto: Ação Social; Ambiente; Cultura; Agricultura e Pecuária; Economia Social e Solidária; Educação e Formação; Património; Turismo Sustentável; Animação Comunitária.

Publicações Animar
Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Local
Lisboa

"... é visível que o CEARTE segue uma abordagem alternativa de formação, isto é, aposta numa formação vinculada ao desenvolvimento agrário e rural das comunidades locais, comprometidas com a acção, com o apoio à mudança técnica, económica e social, e implicando o envolvimento activo das populações e das instituições locais e regionais.É pois, uma formação para e no desenvolvimento, em que os temas ou os conteúdos nascem do salutar confronto do CEARTE com as realidades e actores locais." (in Comentário)

Publicações Animar
Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Local
Lisboa

A Fundação Calouste Gulbenkian em 2014, através do seu Programa de Desenvolvimento Humano, criou uma linha específica de intervenção centrada no papel que as práticas artísticas podem desempenhar nos processos de inclusão social: o Programa PARTIS. O projecto “Há Festa no Campo”, da responsabilidade da Associação Ecogerminar, foi um desses projectos e demonstrou grande capacidade de motivação e envolvimento das populações abrangidas, ensaiando novas abordagens e inovando nos processos e produtos alcançados. No meio rural, tantas vezes esquecido e deprimido, iniciativas como esta vêm mostrar que em todos os territórios, com populações de diversas idades, origens e qualificações, é possível trabalhar em conjunto e promover ações que aumentem a autoestima e o orgulho em pertencer a uma comunidade e demonstrar que é possível as pessoas organizarem-se e mudarem o “seu mundo” para melhor. Este manual visa partilhar muitas das aprendizagens recolhidas ao longo destes três anos e aumentar o alcance deste projeto, disseminando recomendações práticas para o “Há Festa no Campo” propõe um modelo de intervenção comunitário e multidisciplinar, um modelo de promoção da participação (assembleias comunitárias), de promoção do empowerment (capacitação) e de promoção da celebração (apresentação comunitária das iniciativas). Este é um processo de intervenção experimental com base numa lógica de investigação-ação, onde a investigação é um processo contínuo de experimentação fundamentada em conhecimentos e práticas resultantes das diferentes disciplinas e dimensões da intervenção social com comunidades. A intervenção social assume aqui uma visão comunitária e local, uma visão integrada e concertada com as parcerias locais, procurando recursos exógenos para a promoção de um modelo de desenvolvimento local sustentável nas suas diferentes dimensões de atuação, permitindo deste modo a mobilização e capacitação das pessoas para a valorização dos recursos e oportunidades económicas, na preservação do ecossistema cultural e ambiental do contexto onde se insere e na promoção de uma maior coesão social territorial, entre o urbano e o rural, reduzindo as situações de desigualdade e de injustiça com as comunidades envolvidas.

Publicações Animar
Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Local
Lisboa

A alimentação dos portugueses era reconhecidamente saudável e estava associada a um bom nível de saúde cardiovascular. Baseava-se no consumo elevado de alimentos ricos em hidratos de carbono complexos, fibras, vitaminas, minerais e numerosos antioxidantes protectores da saúde do coração, ao mesmo tempo que era baixo o consumo de alimentos ricos em gordura saturada e de grande valor calórico. Predominavam alimentos como cereais e derivados, o pão e as massas, as hortaliças, as leguminosas, a fruta e a batata, sendo moderado o consumo de ovos, peixe e carne. A principal gordura era o azeite, a culinária era simples e as refeições eram tomadas em ambiente tranquilo. Os méritos do regime alimentar mediterrânico prendem-se com a sua riqueza em alimentos funcionais, os quais apresentam efeitos benéficos para a saúde. As leguminosas e em particular os feijões, sendo um dos elementos-chave da dieta mediterrânica, possuem características de alimentos funcionais.

Publicações Animar
Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Local
Lisboa

Os problemas resultantes da escassez da água ainda podem ser minimizados se começarmos a economizá-la. A poupança, obviamente possível por vários meios, pode-se enquadrar no que hoje em dia se designa por «responsabilidade social», das organizações mas, essencialmente, dos cidadãos. O primeiro texto alerta para a crescente importância da indústria da água nos países industrializados, para o facto da gestão deste bem da natureza representar um valor aliciante para a iniciativa privada, que tem nas concessões uma forma de apropriação. As parcerias público-privadas não são mais do que o início da privatização de um bem comunitário. A ineficiência do serviço público, o seu défice de organização, a sua falta de produtividade, são alguns dos indicadores que tentam justificar a transição. No segundo texto surge uma reflexão sedimentada na larga experiência de João Bau à frente da EPAL e das Águas de Portugal. Manifestando-se abertamente contra a «neoliberalização do sector», o autor opõe o «direito à água», à sua «mercantilização», uma opção que não se tem mostrado eficaz para resolver os problemas das populações mais desfavorecidas, em especial nos países em desenvolvimento. Refere mesmo exemplos de multinacionais do sector que estão em situação económica difícil ou que não prestam um serviço de qualidade e que, por isso, têm visto as suas concessões denunciadas, quer na Europa, quer nos EUA ou em países da América Latina.

Publicações Animar
Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Local
Lisboa

Esta publicação reúne o conjunto de questões colocadas pela Animar aos Grupos Parlamentares da Assembleia da República relativamente ao Projecto de Lei de Bases da Economia Social, de 2011.

Publicações Animar
Materiais Lúdico-Pedagógicos sobre Desenvolvimento Local
Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Local
Lisboa

Um livro que aborda os princípios do desenvolvimento local através de 6 histórias infantojuvenis narradas pela Sofia que contará as aventuras de várias personagens.

Publicações Animar
Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Local
Lisboa

Com este trabalho pretendeu-se analisar, à escala local rural, os impactes da Educação e Formação de Adultos nos percursos individuais, profissionais e pessoais, dos agentes sociais envolvidos, directa ou indirectamente, na diversificação da actividade económica em meio rural, e no próprio processo desta diversificação. Para tal foram eleitos instrumentos de duas políticas nacionais. Concretamente, os três principais dispositivos subordinados ao conceito Aprendizagem ao Longo da Vida (ALV), a saber: o Processo de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências (Processo de RVCC), os Cursos de Educação e Formação de Adultos (Cursos EFA) e as Formações Modulares Certificadas (FMC), para a análise da EFA.

Publicações Animar
Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Local
Lisboa

Documento resultante da discussão havida na III Assembleia do Desenvolvimento Local (MANIFesta de Tavira), onde se faz um balanço do caminho percorrido pela rede Animar e se perspectiva o seu futuro.

Publicações Animar
Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Local
Lisboa

Documento saído da III Assembleia do Desenvolvimento Local (MANIFesta de Tavira), onde se reivindica a criação de uma plataforma de relacionamento institucional entre o Estado e a Animar (enquanto representante do movimento associativo de desenvolvimento local) e avançam os seus principais pressupos.

Publicações Animar
Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Local
Lisboa

Neste caderno reunem-se as conclusões do Encontro Nacional de Penamacor (5ª AG da Animar) momento relevante no que respeita ao amadorecimento de algumas ideias, proposta e príncipios do desenvolvimento local em Portugal.

Agricultura
Publicações Animar
Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Local
Lisboa

Entre 2012 e 2014 a Animar editou um conjunto de livros e brochuras sobre o Rural. Publicadas em resultado do trabalho desenvolvido pelos projectos RURANIMAR, ASAS, À Descoberta do Mundo Rural e Dinâmicas e Políticas para o Desenvolvimento Rural, abordam um conjunto variado de questões que, no conjunto, compõem um retrato do meio rural na actualidade, em que participaram, entre outros, professores e investigadores do ISA e do INIAV.

Publicações Animar
Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Local
Lisboa

Nesta publicação estão reunidos um conjunto de materiais (livros, brochuras, videos, sites, etc.) sobre as populações ciganas, reflectindo tanto as suas culturas e pontos de vista, como os preconceitos existentes na sociedade portuguesa relativamente a estes portugueses.

Publicações Animar
Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Local
Lisboa

Edição comemorativa do 10º aniversário da Animar, documentando e passando em revista os encontros, anseios e prespectivas que estiveram na origem da Animar - Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Local, como os sua primeira década de vida.

Património
Cultura
Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Local
Lisboa

Um jogo de tabuleiro pedagógico que foca de forma divertida e criativa as questões da cultura, da preservação do património e do meio-ambiente, através de vários desafios e questões.

Publicações Animar
Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Local
Lisboa

Declaração resultantes dos debates realizados na III Assembleia do Desenvolvimento Local (MANIFesta de Amarante).