Recursos

Destaques
540 recursos encontrados

Migrações, Diversidade Cultural e Interculturalidade

Pequenas coisas, pequenas atitudes que , afinal, trazem novas perspetivas para a ação individual do professor e para a construção de uma escola ao gosto de cada um e da dimensão do mundo. 

ACM - Alto Comissariado para Migrações
Lisboa
Migrações, Diversidade Cultural e Interculturalidade

As mudanças na sociedade implicam novos e constantes desafios para as escolas, nomeadamente no que diz respeito à procura de respostas para todos os alunos, em particular para aqueles que estão mais vulneráveis a um baixo desempenho, ao abandono escolar e, consequentemente, à marginalização.

ACM - Alto Comissariado para Migrações
Lisboa
Migrações, Diversidade Cultural e Interculturalidade

Ao longo da história, as pessoas têm-se movimentado, muitas vezes para melhorarem as suas condições de vida, para darem às suas famílias e filhos melhores oportunidades ou para fugirem à pobreza ou a perseguições, instabilidade e guerra.

ACM - Alto Comissariado para Migrações
Lisboa
Migrações, Diversidade Cultural e Interculturalidade

Era uma vez uma cidade pintada de cinzento.

As casas eram cinzentas, os jardins eram cinzentos, cinzentos eram os carros e os caminhos também. Na cidade, tudo existia pintado da cor cinzenta... até as pessoas.

Um dia, porém, chegou à cidade cor de cinza uma família muito diferente de todas as que ali viviam. 

ACM - Alto Comissariado para Migrações
Lisboa
Migrações, Diversidade Cultural e Interculturalidade

Num momento da nossa história global em que, aparentemente, se tornou mais difícil advogar a capacidade de vivermos juntos na diferença, impõe-se clarificar que, quando falamos de integração, nem tudo significa o mesmo. Frequentemente utilizados enquanto sinónimos, conceitos como multiculturalismo, interculturalidade e assimilação encerram em si significados e formas de promover a integração que resultam, a longo prazo, em modelos de sociedade absolutamente diferenciados.

ACM - Alto Comissariado para Migrações
Lisboa
Migrações, Diversidade Cultural e Interculturalidade

Portugal tem registado, desde 2003, uma evolução muito positiva, quer no âmbito das políticas, quer das práticas de acolhimento e integração dos imigrantes, para as quais têm contribuído as intervenções do Estado ao nível da administração central e local, mas também das organizações da sociedade civil e das próprias comunidades imigrantes, o que tem sido objeto de reconhecimento a nível nacional e internacional.

ACM - Alto Comissariado para Migrações
Lisboa
Economia Social e Solidária
Igualdade de Género

O projeto Literacia para a Igualdade de Género e Qualidade de Vida: Lideranças Partilhadas, desenvolvido entre março de 2010 e março de 2012, teve como finalidade mobilizar a sociedade civil no empoderamento de comunidades, introduzindo a perspetiva da igualdade de género na abordagem ao desenvolvimento e à qualidade de vida das populações

Economia Social e Solidária
Igualdade de Género

Esta publicação reúne contributos de mulheres e homens que participaram de formas diversas nos percursos realizados: como representantes de organizações parceiras e codinamizadoras ou dinamizadores dos workshops; como facilitadoras (parcerias transnacionais) no processo de reflexão das equipas do projeto e de dinamização; como participantes nos workshops; como avaliadoras externas ou ainda como membros da equipa do projeto.

Igualdade de Género
Juventude

Após um autodiagnóstico organizacional para a Iguadade de Género que permitiu reconhecer as desigualdades e os problemas sociais de exclusão e de discriminação social existentes na área geográfica da Comissão Social Interfreguesias Vale do Lima Sul e do Agrupamento de Escolas de Arga e Lima, território de intervenção da Associação Juvenil de Deão – AJD, associação sem fins lucrativos que luta pelo desenvolvimento local, procedeu-se à elaboração de um projeto de intervenção comunitária amplo – o Projeto “Caminhos de Igualdade” – para integrar a perspetiva da igualdade de género neste território.

AJDeão - Associação Juvenil de Deão
Viana do Castelo
Igualdade de Género
Juventude

Foram selecionadas 30 fotografas que deram lugar a uma Exposição de Rua Itinerante, exposta em diversos locais, e das quais foram ainda distinguidas 5 (Primeiro, Segundo, Terceiro prémios e 2 Menções Honrosas) que resultaram numa coleção de postais de distribuição gratuita. As 30 fotografas selecionadas são também publicadas, nesta edição, que constitui uma forma de potenciar os objetivos do concurso de fotografa, contribuindo assim para sensibilizar, divulgar e disseminar os efeitos do projeto “Caminhos de Igualdade”.

AJDeão - Associação Juvenil de Deão
Viana do Castelo
Igualdade de Género
Juventude

Para atenuar estes problemas, a AJD considerou necessário integrar a perspetiva da igualdade de género neste território e sentiu necessidade de desenvolver um projeto de intervenção comunitária mais amplo.

AJDeão - Associação Juvenil de Deão
Viana do Castelo
Feminismo
Igualdade de Género

Despertar para a Igualdade: mais desporto na escola constitui uma colecção de sugestões elaboradas por professoras de Educação Física e explora alguns aspectos sobre a igualdade entre raparigas e rapazes nas actividades desportivas em contexto escolar. Se os temas e sugestões apresentadas forem familiares para professoras e professores de Educação Física, então este manual servirá para confirmar as suas boas práticas pedagógicas.

Associação Portuguesa de Mulher e Desporto
Feminismo
Igualdade de Género

Desporto na Escola, Educando para a Igualdade é uma proposta de trabalho dirigida a docentes de Educação Física, elaborada pela Associação Portuguesa Mulheres e Desporto com base num trabalho desenvolvido com escolas do distrito do Porto. Trata-se de um conjunto de sugestões, já aplicadas por docentes, que explora alguns aspectos sobre a igualdade entre raparigas e rapazes nas actividades desportivas em contexto escolar

Associação Portuguesa de Mulher e Desporto
Feminismo
Igualdade de Género

A Associação Portuguesa A Mulher e o Desporto (APMD) organizou, em Setembro de 1999, o seu 1º Congresso Internacional, cujo documento final, A Declaração de Lisboa, realça no ponto 1 “…o papel determinante da Educação Física e do Desporto Escolar na formação das raparigas”. Esta questão fundamental tem sido reafirmada a nível mundial, quer no contexto da Plataforma de Pequim (Declaração Final da Conferência Mundial das Nações Unidas (ONU) sobre as mulheres, realizada em 1995), quer em outros fóruns internacionais de carácter científico ou político.

Associação Portuguesa de Mulher e Desporto
Feminismo
Igualdade de Género

O 3º Congresso Internacional Mulheres e Desporto realizou-se em Lisboa, nos dias 21 e 22 de Novembro de 2008. Participaram 96 pessoas, de vários pontos do país e de diferentes áreas, tais como docentes de Educação Física, responsáveis pela formação de docentes, dirigentes do movimento associativo desportivo, responsáveis técnicas/os da administração pública desportiva central, local e das federações desportivas, atletas e estudantes.

Associação Portuguesa de Mulher e Desporto
Feminismo
Igualdade de Género

Esta publicação acolhe o estudo diagnóstico sobre as treinadoras em Portugal realizado no âmbito do projecto Treinadoras: dirigir outros desafios, com financiamento do Programa Operacional do Potencial Humano/QREN. Tornar visível o hiato entre a igualdade de direitos entre mulheres e homens, consagrada constitucionalmente, e as desigualdades de facto é uma questão prévia não apenas à compreensão mas sobretudo à acção sobre o mundo social. Por isso, esta edição tem como finalidade principal fornecer uma representação da realidade actual do desporto, escolar e federado, sobre a qual necessitamos e devemos intervir.

Associação Portuguesa de Mulher e Desporto
Feminismo
Igualdade de Género

Este projecto, na sua generalidade, pretende contribuir para a melhoria da intervenção na área da violência doméstica/violência nas relações de intimidade, com enfoque no processo de avaliação e gestão de risco em rede, de forma a proporcionar uma melhor resposta junto das beneficiárias finais – vítimas/sobreviventes.

Associação de Mulheres Contra a Violência
Lisboa
Feminismo
Direitos Humanos

Este Guia de bolso tem como objetivo ser um instrumento de trabalho para profissionais que intervêm na área da violência sexual. Disponibiliza de forma sintética informação sobre standards mínimos de procedimentos comuns, bem como informação sobre recursos e serviços, para uma intervenção multidisciplinar, coerente e articulada, para a Cidade de Lisboa.

Associação de Mulheres Contra a Violência
Lisboa