Animar às Sextas | 18 junho | Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento (ENED)

18/06/2021 |

Este Animar às Sextas vai focar-se na Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento (ENED) 2018-2022. Esta iniciativa irá abordar, de um modo muito geral, a história da ENED, aprofundando a atual Estratégia, esclarecendo o que se entende pelo conceito de Educação para o Desenvolvimento e apresentando, numa visão muito ampla, os principais elementos-chave: objetivos, princípios, área de atuação, atores, etc.

“A Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento (ENED) 2018-2022 contribui para o reforço do compromisso político nacional no domínio da Educação para o Desenvolvimento (ED).
Este compromisso político é crucial face ao avolumar dos desafios à solidariedade e à vivência da cidadania no atual contexto internacional. A ED constitui uma poderosa ferramenta para desconstruir estereótipos e para combater e prevenir todas as formas de discriminação em razão do sexo, da origem racial e étnica, da nacionalidade, da idade, da deficiência, da religião, da orientação sexual, identidade e expressão de género, e características sexuais, entre outros. Contribui, assim, para reforçar princípios e compromissos que contrariem o alastramento do medo e da xenofobia, bem como para reconhecer e combater dinâmicas estruturais de exclusão, de normalização da violência e das desigualdades e de degradação ambiental, criando condições para um mundo mais inclusivo, pacífico, justo e sustentável. A promoção da ED e, através dela, de uma cidadania ativa e responsável, constitui ainda um contributo inegável para a prossecução dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), em particular, para, até 2030, garantir que todos os e todas as aprendentes adquiram conhecimentos e capacidades necessárias para promover o desenvolvimento sustentável, inclusive, entre outros, por meio da ED sustentável e estilos de vida sustentáveis, direitos humanos, igualdade de género, promoção de uma cultura de paz e não violência, cidadania global, e valorização da diversidade cultural e da contribuição da cultura para o desenvolvimento sustentável.”
https://ened-portugal.pt/pt/introducao

Oradoras:
Joana Costa,
responsável pelo Secretariado da ENED e trabalha no Centro de Estudos Africanos da Universidade do Porto (CEAUP), Centro de Investigação (I&D) e Organização Não-Governamental para o Desenvolvimento (ONGD), no projeto Sinergias ED. É licenciada em Serviço Social e tem experiência em Educação para o Desenvolvimento, no contexto português, e em Cooperação para o Desenvolvimento, no contexto africano.

La Salete Coelho é responsável pelo Secretariado da ENED e é educadora, investigadora e coordenadora de projetos na área da Educação para o Desenvolvimento e para a Cidadania Global no Centro de Estudos Africanos da Universidade do Porto e na Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Viana do Castelo.

PARTICIPE E INSCREVA-SE AQUI até dia 17 de junho, ás 18h