header mobile

Roteiro “Cidadania em Portugal” leva discussão sobre cidadania aos Concelhos do Dão-Lafões (Gazeta da Beira, 9/2/2017)

Votação deste artigo: 0 Votos
 

O Roteiro Cidadania em Portugal continua a percorrer o país e esteve, entre os dias 24 e 28 de janeiro, nos concelhos da Dão-Lafões.
O objectivo desta iniciativa – uma parceria do Governo e da Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Local (ANIMAR) – é colocar as redes e comunidades locais a discutir os temas da cidadania, da participação cívica, o combate às desigualdades ou as discriminações.
O Roteiro teve início no passado dia 24 de outubro – Dia Municipal para a Igualdade – e vai percorrer o país até ao dia 30 de junho de 2017.
No percurso do Roteiro estão já mais de 140 municípios de Portugal continental e regiões autónomas. A rede de parcerias envolve ainda autarquias, organismos da administração pública, organizações da Economia Social e Solidária e outras entidades, tais como a ACAPO, Federação Portuguesa de Surdos, RUTIS, Fundação Maria Rosa/ComParte, entre outros.
A equipa está a percorrer o país numa carrinha, devidamente equipada com recursos lúdico-pedagógicos, para apoiar a dinamização de atividades propostas por redes locais.
Em Lafões, a apresentação de um exemplar raro sobre o HOLOCAUSTO, escrito na 1ª pessoa em 1945 por um sobrevivente que veio habitar em Portugal, foi por certo um dos momentos altos da passagem do ROTEIRO DA CIDADANIA na Região de Lafões. Tal apresentação teve lugar na Biblioteca de S. Pedro do Sul em 27 de Janeiro – dia da EVOCAÇÃO DO HOLOCAUSTO e, sem o pretender e menos ainda preparar, foi a resposta certa e oportuna a uma intervenção sobre o mesmo tema tornada pública 2 dias antes, no Auditório Municipal de Vouzela.
Para que Lafões demonstre URBI et ORDI que não foi em vão a passagem do ROTEIRO por estas paragens a organização local sugeriu ao Prof. de História da Universidade Sénior de Vouzela - Dr. Carlos Tavares Rodrigues que promova uma aula com os dois intervenientes e a faça desenvolver em grande FORUM na Escola Secundária de Oliveira de Frades, onde o tema foi igualmente tratado com grande nível e não menos participação de professores e alunos.
“Enquanto alguns deitam as mãos à cabeça sobre Trump e outros dizem ‘deixem lá o homem que até foi escolhido pelo Povo”, convém não esquecer o que lembrou o Papa Francisco sobre Hitler que também foi escolhido pelo Povo e fez o que se viu enquanto esse mesmo Povo o deixou – DEIXANDO-SE DESUMANIZAR”, refere ainda a organização local em nota enviada a este jornal.
Humanidade ou desumanidade a todos os níveis – eis a questão, pelo que é essa e apenas essa a razão do ROTEIRO DA CIDADANIA EM PORTUGAL.

Recomendamos

Redes e Parcerias

Parceiro1 CasesParceiro2 RipessParceiro3 CNESParceiro4 ComunaCarta Portuguesa para a Diversidade

Financiado Por

financiadores01financiadores02financiadores03financiadores04