header mobile

Centro Social Cultural e Recreativo aposta na vertente ambiental (A Guarda, 4/1/2018)

0 5

Votação deste artigo: 0 Votos

O projeto de Voluntariado do "Ser para o SER Inclusão no Coração", que nasceu no Centro Social Cultural e Recreativo do Lamegal completou um ano de atividade. Este projecto visa a promoção da Inclusão Social, da intergeracionalidade, da defesa e conservação da biodiversidade autóctones (fauna e flora), na defesa de boas políticas ambientais, da troca de boas práticas interassociativas e de trabalho em rede entre IPSS e a sociedade civil.
De acordo com o Presidente da instituição, Ricardo Capelo, "este projeto de voluntariado, "Ser para o SER, inclusão no coração", surgiu de um desafio comum, o de SER e fazer acontecer".
Nesta iniciativa o CSCRLamegal trabalha com muitas instituições de solidariedade, como a Quinta do Pézinho em Pinhel, a Fundação Léa Nobre, ADM Estrela de Pinhel, a Aldeia Socioterapêutica de Almeida (ASTA).
"A Associação CSCR. Lamegal é multifacetada, constitui uma verdadeira família nuclear para manter, colaborar e melhorar sempre que assim o seja possível", adianta Ricardo Capelo.
Esta associação tem várias valências, nomeadamente o Lar de Idosos Nossa Senhora da Menina, o Centro de Dia, Apoio Domiciliário, Centro de Convívio.
Num contexto mais cultural tem o Museu Etnográfico Professora Maria José Capelo, onde se podem recordar os ofícios da nossa região. Possui ainda uma área de lazer que permite aos habitantes do Lamegal e não só a realização de boas práticas desportivas, como o futsal com campo e balneários para o efeito, assim como com uma piscina descoberta.
Esta instituição preocupa-se "com o meio ambiente, com tudo aquilo que nos rodeia e por isso através destas valências conseguimos realizar práticas bastante positivas e também de carácter pedagógico". No dia 15 de Novembro de 2017 a Associação promoveu uma iniciativa denominada, Grão a Grão enche o Papo o Perdigão (Sementeira de trigo). Articulada com esta iniciativa e para despertar as consciências para a problemática ambiental, houve uma visita às antigas Minas da Lomba (exploração de Urânio e Volfrâmio) recentemente requalificadas.
Outra das actividades, a edição do "Lamegal Green", que juntou no mesmo espaço várias entidades relacionadas com o ambiente, solidariedade social e educação, traduziu-se na plantação de cerca de 600 pés de amendoeiras nos terrenos que na primeira edição tinham sido limpos e libertos de uma grande quantidade de pneus.
A iniciativa do "Lamegal Green" tem um projeto de 5 anos e pretende plantar cerca de 26 hectares de amendoal e 10 hectares de marmeleiros, em terrenos que pertencem à Paróquia do Lamegal e que estavam abandonados.

 

Recomendamos

Financiado Por

financiadores02financiadores03financiadores04

Redes e Parcerias

Parceiro1 CasesParceiro2 RipessParceiro3 CNESParceiro4 ComunaCarta Portuguesa para a Diversidade