header mobile

Congresso promove economia social (JM, 11/10/2018)

0 5

Votação deste artigo: 0 Votos

O I Congresso de Economia Social realiza-se na próxima semana, em Câmara de Lobos, seguido do I Bootcamp em Empreendedorismo Social.

Com o objetivo de divulgar e dinamizar o setor da economia social e do cooperativismo no contexto municipal e regional, a Câmara Municipal de Câmara de Lobos e a Associação de Investigação e Promoção da Economia Social (ALPES) promovem, nos próximos dias 16 e 17, o I Congresso de Economia Social da RAM, este ano subordinado ao tema "Sustentabilidade, Inovação e Empreendedorismo Social".

O Museu de Imprensa - Madeira, em Câmara de Lobos, acolhe este encontro que vai abordar temas da sustentabilidade, da inovação e do empreendedorismo social e contará com a participação de destacados especialistas com vasta experiência na dinamização de projetos em diferentes áreas do setor da economia e do empreendedorismo social, quer ao nível regional, quer nacional.

De entre o painel de oradores, a organização destaca a participação de Rogério Roque Amaro, professor associado do ISCTE-IUL e fundador RedPES - Rede Portuguesa de Economia Solidária, da RIPESS - Europa - Rede Intercontinental de Promoção da Economia Social e Solidária, da RELDESS - Rede Lusófona de Desenvolvimento e Economia Social e Solidária e da PROACT e ainda cofundador e atual presidente do Conselho Científico da ACEESA - Associação Centro de Estudos de Economia Solidária do Atlântico dos Açores, chefe de redação da revista 'Economia Solidária' e presidente da Assembleia Geral da ANIMAR.
Américo Mendes, professor associado da Universidade Católica Portuguesa, onde é coordenador da Área Transversal de Economia Social e diretor do mestrado e das pós-graduações nas áreas da economia social e projetos de cooperação daquela universidade, é outro orador em destaque, assim como Paula Guimarães, assessora da União das Mutualidades Portuguesas, vice-presidente no Instituto de Reinserção Social, administradora não executiva das Residências Montepio, presidente do GRACE e de membro do júri do Prémio Gulbenkian, e ainda, Margarida Pinto Correia, diretora de Inovação Social da Fundação EDP; entre outros.

As inscrições decorrem através do site www.economiasocial-congressomadeira.pt. O custo para participar no congresso é de 20 euros ou de 30 euros (com direito ao jantar do evento).


FORMAÇÃO INTENSIVA

No último dia, tem início, ao final da tarde, e até ao dia 19 de outubro, o I Bootcamp em Empreendedorismo Social, uma formação prática intensiva, com a duração de 48 horas, que tem por objetivo construir modelos sustentáveis que resolvam de raiz problemas sociais e/ou ambientais. Esta formação, ministrada por especialistas do Instituto de Empreendedorismo Social - Social Business School, custa 45 euros (inclui material didático, coffe-breaks e dois jantares).
A entidade promotora destaca que, segundo dados revelados pelo INE no final do ano passado, atualmente o setor da economia social em Portugal está em expansão e já representa 6% de emprego, ficando abaixo da média europeia (8,5%). Não obstante, Portugal é um dos cinco países da União Europeia – Reino Unido, Alemanha, França e Itália, são os restantes – com a economia de impacto social mais forte.

Iolanda Chaves

 

Recomendamos

Financiado Por

financiadores02financiadores03financiadores04

Redes e Parcerias

Parceiro1 CasesParceiro2 RipessParceiro3 CNESParceiro4 ComunaCarta Portuguesa para a Diversidade