header mobile

O princípio da igualdade implica respeitar as diferenças e ser solidário para com o próximo... (Correio dos Açores, 25/10/2018)

0 5

Votação deste artigo: 0 Votos

A Câmara Municipal de Ponta Delgada assinalou, ontem, o Dia Municipal para a Igualdade com uma série de eventos que reuniram várias gerações sob o lema "Igualdade é Desenvolvimento" e no âmbito do tema nacional "Igualdade, inclusão e participação".

Na sessão de encerramento da iniciativa, o Presidente do Município defendeu que a Igualdade assenta nos princípios da "Liberdade, Solidariedade e Igualdade vs Diferença".

José Manuel Bolieiro afirmou que "todos têm direito à dignidade e felicidade" e que o princípio da igualdade implica "respeitar as diferenças", "ser solidário para com o próximo" e "respeitar a liberdade de pensamento, de decisão e de acção".

"Nesta iniciativa encontramos alegria e participação", frisou o edil, numa perspectiva afectuosa, a que juntou a importância de celebrar e evocar a exigência de uma sociedade humanitária, inclusiva e participativa.

O Presidente destacou a participação de várias instituições no evento, que aproveitaram a oportunidade para divulgarem o seu trabalho e talento, contribuindo para a sensibilização e desmistificação de ideias preconcebidas e, assim, promovendo a igualdade e a inclusão. Este é o terceiro ano consecutivo que Ponta Delgada aceita o desafio lançado aos municípios pela ANIMAR (Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Local) de integrar a agenda nacional de iniciativas alusivas ao Dia Municipal para a Igualdade, anualmente celebrado no dia 24 de Outubro.

Durante o dia de ontem, no lado norte da Igreja Matriz, teve lugar um certame com exposição e execução de trabalhos realizados por utentes de diversas instituições do concelho: Casa de Saúde de São Miguel, Alternativa, IAC, Novo Dia, Arrisca, Cáritas e a anfitriã Casa Manaias.

Ao mesmo tempo decorreram vários workshops de inclusão: "pintura em barro" (Arrisca), "Manual... (idades), ... um cheiro a Natal" (Cáritas); "Pintura em Acrílico" (Casa Manaias) e "Técnica de Pirogravura" (Casa Manaias). O evento foi, ainda, abrilhantado pela peça de teatro "Sou Diferente, Sou Fantástico", protagonizada pela Associação Solidaried'arte.

De registar a forte adesão à iniciativa, quer das instituições participantes, quer do público que visitou o certame.

No final do evento, produzido pela Divisão de Desenvolvimento Social da Autarquia, o Presidente do Município, num gesto simbólico de reconhecimento e agradecimento, ofereceu um trabalho elaborado pelos utentes da Casa Manaias carroça em madeira e vime a todas as instituições que participaram na iniciativa.

 

Recomendamos

Financiado Por

financiadores02financiadores03financiadores04

Redes e Parcerias

Parceiro1 CasesParceiro2 RipessParceiro3 CNESParceiro4 ComunaCarta Portuguesa para a Diversidade