header mobile

MIRABAL - Mulheres sem Medo / Experiências sobre Igualdade e Inclusão

0 5

Votação deste artigo: 0 Votos
Código: 9.1 Imigração e Minorias

N.º/Ref.: 42

N.º Páginas: 100

Suporte: Livro + CD

Ano: 2014

Autor: Inácia Rebocho, Rita Tavares Fonseca, Sara Cabaço, Cristina Santos

Editora: Monte-Ace

 

Notas

Mirabal "Mulheres 100 Medo" é o nome da iniciativa protagonizada pelo Monte, em parceria com a Associação para o Planeamento da Família - Delegação Regional do Alentejo (APF Alentejo), com o principal desafio de desenvolver novas abordagens para a consciencialização da população, do seu território de intervenção, sobre matérias relacionadas com os Direitos Humanos, como a Igualdade de Género, Igualdade de Oportunidades, Violência de Género, nas suas variadas formas e contextos, Saúde Sexual e Reprodutiva.
Estes diferentes temas, constituem Direitos Humanos Universais, pertencentes a todos os Homens e Mulheres, no entanto nem sempre são direitos efectivos, são em muitos casos direitos desconhecidos e negados, o que diminui a qualidade de vida e o desenvolvimento pessoal, social, profissional de homens e mulheres.
O Mirabal - Experiências sobre Igualdade e Inclusão, é composto por três capítulos onde se apresentam as principais intervenções realizadas no contexto da iniciativa Mirabal - Mulheres 100 Medo: o Gabinete de Apoio e Informação a Vitimas de violência doméstica em Arraiolos; as Acções de Sensibilização para a Prevenção de comportamentos de risco e a experiência desenvolvida em parceria com os Média para a sensibilização e prevenção sobre estas temáticas. Em todos estes pontos é feita a caracterização das actividades desenvolvidas, dos públicos, da metodologia de trabalho, sendo igualmente disponibilizados os instrumentos e recursos utilizados. Também se destaca em cada capítulo, todas as entidades que colaboraram no desenvolvimento das iniciativas Mirabal, reforçando a intervenção e alargando os resultados alcançados.
O presente manual constitui um instrumento de trabalho, em particular destinado às organizações da sociedade civil, que no contexto das suas áreas de intervenção integram a promoção da Igualdade, a eliminação de todas as formas de violência e a promoção dos Direitos Humanos como prioridades de acção com vista a contribuir para o desenvolvimento mais justo e igualitário das Mulheres e Homens nos seus territórios.

lr20150119010224

 

 

Recomendamos

Financiado Por

financiadores02financiadores03financiadores04

Redes e Parcerias

Parceiro1 CasesParceiro2 RipessParceiro3 CNESParceiro4 ComunaCarta Portuguesa para a Diversidade