header mobile
  • Início
  • Noticias
  • Entidades de Economia Social unidas numa só voz com criação da Confederação Portuguesa de Economia Social (CPES)

Entidades de Economia Social unidas numa só voz com criação da Confederação Portuguesa de Economia Social (CPES)

5 5

Votação deste artigo: 2 Votos

Decorreu no dia 21 de junho, em Lisboa, na Sociedade Portuguesa de Autores, a escritura pública de constituição da Confederação Portuguesa de Economia Social (CPES).

Nela participaram as 9 entidades, de âmbito nacional, representativas das diferentes famílias da Economia Social (Animar - Associação Portuguesa Para o Desenvolvimento Local, CNIS - Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade, CONFAGRI - Confederação Nacional das Cooperativas Agrícolas e do Crédito Agrícola de Portugal, CONFECOOP - Confederação Cooperativa Portuguesa, CPCCRD - Confederação Portuguesa das Colectividades de Cultura, Recreio e Desporto, CPF - Centro Português de Fundações, UMP - União das Misericórdias Portuguesas, a UMP - União das Mutualidades Portuguesas e a APM - Associação Portuguesa de Mutualidades.


Esta confederação tem como propósito a promoção e a defesa da Economia Social no seu conjunto, quer junto das instâncias nacionais, quer internacionalmente.

Realizada a escritura pública, as entidades fundadoras irão reunir-se, no dia 3 de julho, para aprovar a composição dos órgãos sociais e definir o plano estratégico desta Confederação.

assinatura2assinatura1

 ass3

 

Financiado Por

financiadores02financiadores03financiadores04

Redes e Parcerias

Parceiro1 CasesParceiro2 RipessParceiro3 CNESParceiro4 ComunaCarta Portuguesa para a Diversidade