Animar associa-se ao Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza

17/10/2022 |
Animar associa-se ao Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza

 

Assinala-se hoje, 17 de outubro 2022, o Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza sob o tema Dignidade para todos na prática.

 

Instituído oficialmente pela ONU em 1992, mantém até hoje os mesmos objetivos que tinha na data da sua criação: dar voz aos pobres e chamar a atenção para a necessidade de defender os direitos básicos do ser humano.
Objetivos que se alinham com o trabalho da Animar – Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Local, que tem como missão valorizar, promover e reforçar o desenvolvimento local, a cidadania ativa, a igualdade e a coesão social na sociedade portuguesa, enquanto pilares de uma sociedade mais justa, equitativa, solidária e sustentável.

Segundo os dados da ONU, estima-se que 1,3 bilhão de pessoas vivem em diversas dimensões da pobreza, tendo o Secretário-geral, António Guterres, destacado que “a pandemia empurrou milhões de pessoas para essa situação, recuando mais de quatro anos de progresso. As desigualdades aumentam e, dentro dos países, as economias sofrem com perdas de empregos, aumento vertiginoso de preços de alimentos e energia, além das “sombras crescentes de uma recessão global”.

As crises desta natureza têm demonstrado que a economia privada (mercado) e a economia pública (estado), por si sós ou em conjunto, não são capazes de responder às necessidades das comunidades e de gerar sustentabilidade das sociedades, tornando-se assim primordial o papel do setor da Economia Social.

Destacamos o trabalho da Animar ao nível da promoção do emprego e da inclusão social, através da formação de públicos mais vulneráveis na ótima do desenvolvimento do território, da capacitação da intervenção social na ótica da melhoria da eficiência da intervenção técnica, mas sobretudo o contributo da sua Rede de associadas, dispersa pelo território nacional e pela Ilha dos Açores, que no seu trabalho diário contribui para a mitigação deste flagelo, uma vez que as associações de desenvolvimento local têm a particularidade de estar mais próximas das comunidades e das realidades que nelas se vivem.

Ao longo dos anos a Animar tem contribuído, de forma ativa e propositiva, para as várias iniciativas desenvolvidas em prol do combate a este flagelo, nomeadamente por via da apresentação de propostas para políticas de emprego, sociais e de habitação, planeamento territorial, quer ao nível das politicas de educação e formação e, mais recentemente integrou a comissão de coordenação de preparação de uma proposta de Estratégia Nacional de Combate à Pobreza, cujo seu contributo pode aceder AQUI.

Um estudo recente da Universidade Católica destacou o desenvolvimento local, um subsetor da Economia Social com 4634 entidades, como um movimento que tem no seu ADN a diversidade e a capacidade ímpar de cooperar, de inovar e contribuir para o desenvolvimento. O desenvolvimento local é, pela sua natureza, promotor da igualdade e equidade, da coesão social e territorial e um parceiro critico e construtivo junto do poder local e central.

Por ocasião da celebração desta data e chegado o final de cinco dias da Academia de Ativismo, a Animar levou hoje a cabo a realização de uma sessão de diálogo estruturado, que contou com a presença de jovens, que participaram nesta edição da Academia de Ativismo, mas também de decisoras e decisores políticos, nomeadamente a Senhora Secretária de Estado da Igualdade e das Migrações, Isabel Rodrigues, a Senhora Secretária de Estado da Inclusão, Ana Sofia Antunes, o Senhor Residente Conselho Nacional da Juventude, Rui Oliveira, e a Senhora Vice-Presidente do Conselho Diretivo do Instituto Português do Desporto e Juventude, I.P., Selene Martinho, a quem foram apresentadas propostas e recomendações trabalhadas ao longo desta edição da Academia.

Todos os dias, em dezenas de locais e respostas distintas, a Animar contribui para o dever de erradicação de um dos maiores males da sociedade: a pobreza e a indiferença a que muitas vezes está associada.

Nota: a imagem utilizada integra uma campanha realizada há alguns anos atrás por um conjunto de entidades, entre as quais a Animar, no âmbito do projeto This Includes Me.