Acolhimento familiar - manual de processo-chave

Acolhimento familiar - manual de processo-chave

Autores/as

ISS - Instituto de Segurança Social

Sinopse

A resposta Acolhimento Familiar constitui-se como uma medida de protecção para crianças, jovens, pessoas com deficiência, em situação de dependência e idosos, que se encontrem numa condição de vulnerabilidade e cujos direitos, num determinado momento, podem estar seriamente comprometidos.

Editora

ISS

Sobre

Acolher é sinónimo de cuidar e de garantir, ainda que temporariamente, a satisfação das necessidades do outro, mas é, sobretudo, o compromisso e o empenho para com o seu bem-estar e crescimento pessoal.

Ao reflectir sobre o acolhimento familiar como mais uma alternativa de protecção e de desinstuticionalização, necessariamente discutimos as mudanças de concepção do papel da família, outras perspectivas sobre a construção de novas formas de relacionamento afectivo e a necessidade de qualificar cada vez mais esta resposta social.

Acolher é assim também, sinónimo de capacitação para o cuidar, para a prestação de um serviço de qualidade que envolve não só dedicação pessoal, mas particularmente, o conhecimento e a sensibilidade no que respeita ao contexto social, às problemáticas
familiares e às características individuais de quem, numa determinada fase da sua vida, necessita desta resposta social.

É, pois, sob a premissa da qualidade e da efectiva resposta às necessidades e expectativas das pessoas acolhidas, que o presente Manual se constitui como um instrumento orientador das melhores práticas de trabalho para os serviços que organizam e gerem esta modalidade de acolhimento.

2011

N.º de páginas

276

Suporte/Formato

Publicação

Um recurso da entidade

ISS - Instituto da Segurança Social
Lisboa

Classificado em

Intervenção ComunitáriaDireitos HumanosExclusão Social e Luta Contra a PobrezaCoesão SocialIgualdade de OportunidadesVoluntariadoSaúde