Contributo para o estudo da pós-ruralidade em Portugal

Contributo para o estudo da pós-ruralidade em Portugal

Autores/as

Luís Silva

Sinopse

Iniciado por volta de 1960, o processo de desruralização de Portugal ocasionou a atrofia socioeconómica das áreas rurais do país, situação que desde finais da década de 1980 se procura combater através da implementação de determinadas políticas nacionais e comunitárias de desenvolvimento local em meio rural.

Editora

Centro de Estudos de Etnologia Portuguesa

Sobre

Este artigo apresenta elementos empíricos e teóricos de reflexão em torno da pós-ruralidade em Portugal, tomando como referência o caso de Monsaraz (Reguengos de Monsaraz, Évora), povoação que tem um percurso socioeconómico idêntico ao de muitas povoações e freguesias rurais de Portugal (continental), entre as quais as que integram a rede das Aldeias da Saudade no Minho, a rede das Aldeias Históricas de Portugal na Beira Interior, a rede das Aldeias de Xisto no Centro e as Aldeias de Água no Alentejo. De modo sequencial, analisaremos a desruralização do território nacional, as políticas de desenvolvimento local em meio rural e o modo como os processos de mudança nos campos do país se reflectem em Monsaraz.

2008

N.º de páginas

20

Suporte/Formato

Publicação

Um recurso da entidade

Centro de Estudos de Etnologia Portuguesa

Classificado em

AgriculturaDesenvolvimento RuralDemografia, Ordenamento do Território e Combate à DesertificaçãoOrdenamento do TerritórioDesenvolvimentoEconomia e Gestão