Guia de Bolso sobre Violência Sexual – para Profissionais

Guia de Bolso sobre Violência Sexual – para Profissionais

Autores/as

Associação de Mulheres Contra a Violência: Margarida Medina Martins, Maria Shearman de Macedo e Rita Mira;
Associação O Ninho: Sandra Sanchez;
Câmara Municipal de Lisboa: Dulce Caldeira e Susana Pimenta;
Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção das Crianças e Jovens: Teresa Montano;
Direção-Geral da Saúde: Bárbara Menezes;
Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna: António Castanho.

Sinopse

Este Guia de bolso tem como objetivo ser um instrumento de trabalho para profissionais que intervêm na área da violência sexual. Disponibiliza de forma sintética informação sobre standards mínimos de procedimentos comuns, bem como informação sobre recursos e serviços, para uma intervenção multidisciplinar, coerente e articulada, para a Cidade de Lisboa.

Editora

Edição: AMCV - Associação de Mulheres Contra a Violência

Sobre

As áreas-chave de intervenção para as quais este Guia está particularmente vocacionado são os serviços sociais, a saúde e a saúde mental, a medicina forense, o sistema criminal de justiça (forças de segurança e tribunais), as ONG de apoio a vítimas de violência, especificamente de violência de género e entidades de promoção e proteção dos Direitos das Crianças, como as CPDPCJ (antigas CPCJs).
Outras entidades que podem beneficiar deste instrumento são, por exemplo, professores/as, educadores/as e estudantes, Departamentos de Recursos Humanos, os media e outros/as profissionais que no decorrer da sua atividade profissional se poderão confrontar com situações de violência sexual e necessitam de orientações de como proceder num primeiro momento e como encaminhar para os serviços de 2ª linha (serviços sociais, saúde e saúde mental, medicina forense, sistema de justiça criminal, forças de segurança e tribunais, ONG de apoio a vítimas de violência, entre outros).

2015

N.º de páginas

40

Suporte/Formato

Publicação

Grupo a que se destina

Profissionais que intervêm na área da violência sexual;
Serviços sociais, a saúde e a saúde mental, a medicina forense, o sistema criminal de justiça (forças
de segurança e tribunais), as ONG de apoio a vítimas de violência, especificamente de violência
de género e entidades de promoção e proteção dos Direitos das Crianças, como as CPDPCJ
(antigas CPCJs).

Um recurso da entidade

AMCV - Associação de Mulheres Contra a Violência
Lisboa

Classificado em

FeminismoDireitos Humanos