Mulheres imigrantes em Portugal: memórias, dificuldades de integração e projectos de vida

Mulheres imigrantes em Portugal: memórias, dificuldades de integração e projectos de vida

Autores/as

Joana Miranda

Sinopse

Com a publicação deste estudo o Centro de Estudos das Migrações e das Relações Interculturais (CEMRI) da Universidade Aberta, o ACIDI I.P. procura uma nova leitura do complexo fenómeno migratório incorporando uma perspectiva de género na sua compreensão.

Editora

ACIDI

Sobre

E de imediato ressalta interessante que nesta abordagem a autora do estudo associe à mulher imigrante as noções de "memórias" e "projectos de vida". De facto esta dimensão estruturante da existência sugere uma particularidade feminina que este estudo privilegia numa perspectiva antropológica de análise (para além das perspectivas sociológica e eco­nómica mais comuns na análise da temática da imigração).
Conforme nos revela a autora, os objectivos do estudo foram analisar, numa perspectiva de género, três eixos fundamentais que marcam a realidade das mulheres imigrantes: memórias e identidades, dificuldades de integração em Portugal e projectos de vida.
Apesar das mulheres entrevistadas não serem representativas das suas comunidades, as suas histórias permitem compreender de uma forma mais aprofundada essa realidade ajudando-nos a definir os possíveis caminhos para uma integração plena e participativa numa sociedade cada vez mais diversa.

Data de edição

Outubro, 2009

N.º de páginas

268

Suporte/Formato

Publicação

Um recurso da entidade

ACIDI - Alto Comissariado para a Imigração e Diálogo Intercultural
Lisboa

Classificado em

FeminismoMigrações, Diversidade Cultural e InterculturalidadeIgualdade de GéneroCidadania e ParticipaçãoExclusão Social e Luta Contra a PobrezaCoesão Social

Ficheiros: