Recursos

Destaques
975 recursos encontrados

Exclusão Social e Luta Contra a Pobreza
Coesão Social

A taxa de desemprego estimada para fevereiro de 2015 foi 14,1%. Este valor é superior, em 0,3 pontos percentuais, ao estimado para janeiro de 2015. A população desempregada foi estimada em 719,6 mil pessoas, o que representa um acréscimo de 1,7% face a janeiro de 2015 (mais 11,7 mil). A população empregada foi estimada em 4 399,9 mil pessoas, diminuindo 0,3% (menos 11,1 mil) face ao mês anterior.

Instituto Nacional de Estatística
Lisboa
Cidadania e Participação
Coesão Social

A diminuição do desemprego e a criação de emprego são dois dados oficialmente referidos como sinais da retoma da economia, do fim da crise e do sucesso do programa de ajustamento. Na realidade, o mercado de trabalho português encontra-se numa situação depressiva sem precedentes e sem perspetivas de recuperar a prazo.

CES - Centro de Estudos Sociais Universidade de Coimbra
Coimbra
Laboral/Sindical
Economia e Gestão

Este trabalho faz a apresentação detalhada de dois modelos: Complementariedade entre Actividades e Agrupamento de Empreendedores, contextualizados política, económica teórica e socialmente. Resulta do Projecto e-Changue, que testou aqueles modelos de organização do trabalho, num quadro de transição.

Edição de autor
Montemor-o-Novo
Cidadania e Participação
Laboral/Sindical

Ce rapport vise à présenter une analyse des causes et circonstance des accidents du travail au sein de l’Union européenne.

Comissão Europeia
Cidadania e Participação
Laboral/Sindical

Transformações no mundo do trabalho decorrentes do fim do fordismo e com a instauração da globalização neoliberal transformaram o papel dos sindicatos, que estão a passar por uma crise de identidade e legitimidade.

CES - Centro de Estudos Sociais Universidade de Coimbra
Coimbra
Laboral/Sindical
Economia e Gestão

Segundo um diagnóstico muito difundido, Portugal acumulou grandes dívidas e défices externos porque a sua economia perdeu competitividade em consequência do aumento excessivo dos salários. Deste diagnóstico decorre que a solução para o reequilíbrio das contas externas seria a redução dos salários e dos impostos pagos pelas empresas que sobre eles incidem.

CES - Centro de Estudos Sociais Universidade de Coimbra
Coimbra
Cooperação para o Desenvolvimento
Cidadania e Participação

Este estudo apresenta a evolução, mudanças e perspetivas dos quadros de relacionamento entre a União Europeia e África, particularmente tendo em conta as tendências e desafios do desenvolvimento e da cooperação, bem como algumas dinâmicas estratégicas em ambas as partes. A análise tem como base a necessidade de mudar o paradigma de relacionamento e a transição de uma abordagem mais centrada “na ajuda” para uma abordagem “mais geopolítica”, salientando quais as condições objetivas para a implementação de uma parceria mais equitativa e equilibrada

Plataforma Portuguesa das ONGD
Lisboa
Património
Economia Social e Solidária

Em Portugal, temos assistido a uma perda significativa da população residente em zonas rurais e nos centros das grandes cidades. Este esvaziamento de população residente, que vai adensar as grandes concentrações urbanas e expandir as periferias das grandes cidades, corresponde, em muitos casos, à perda do direito ao lugar e a um aumento das desigualdades.

GRAAL
Lisboa
Cidadania e Participação
Coesão Social

As políticas neoliberais que emergiram no Reino Unido no início dos anos 80 ganharam a partir dos anos 90, na Europa, uma nova dinâmica no plano ideológico e das políticas concretas tanto no que se refere à liberalização económica e às privatizações, como no que se refere à transformação das relações laborais e regimes de emprego no sentido da chamada “flexibilização do mercado de trabalho”.

CES - Centro de Estudos Sociais Universidade de Coimbra
Coimbra
Coesão Social
Laboral/Sindical

Este Caderno do Observatório sobre Crises e Alternativas tem como objetivo principal clarificar o lugar da desvalorização interna na lógica do resgate português, avaliar as suas consequências e delinear possíveis alternativas.

CES - Centro de Estudos Sociais Universidade de Coimbra
Coimbra
Cidadania e Participação
Laboral/Sindical

O mundo do trabalho está a mudar profundamente, numa altura em que a economia global não está a criar um número suficiente de postos de trabalho. A OIT estima que os números do desemprego mundial atingiram os 201 milhões em 2014, um número superior em mais de 30 milhões ao que existia antes do início da crise global em 20081.

Organização Internacional do Trabalho
Lisboa
Cidadania e Participação
Laboral/Sindical

As profundas transformações políticas, económicas, sociais e culturais, decorrentes de dois momentos históricos recentes - o 25 de Abril de 1974 e a adesão à Comunidade Económica Europeia, em 1986 - trouxeram consigo alterações na racionalidade das políticas públicas, em geral, e nas de emprego, em particular.

CES - Centro de Estudos Sociais Universidade de Coimbra
Coimbra
Cidadania e Participação
Laboral/Sindical

Dissertação de Mestrado em Economia e Administração de Empresas.
"A presente dissertação tem por objetivo testar se existem diferenças salariais significativas entre trabalhadores temporários e restantes trabalhadores, dando seguimento à análise pioneira de Böheim e Cardoso (2007) que se debruçaram sobre o tema para o caso português no período 1995-2000.

Universidade do Porto
Porto
Cidadania e Participação
Igualdade de Oportunidades

Um debate recorrente sobre o objetvo estratégico dos princípios e direitos fundamentais no trabalho, no seguimento da Declaração da OIT sobre Justça Social para uma Globalização Justa, 2008. (Relatório VI - Sexto ponto da agenda da Conferência Internacional do Trabalho, 106ª Sessão de 2017).
 

Organização Internacional do Trabalho
Lisboa
Cidadania e Participação
Exclusão Social e Luta Contra a Pobreza

No panorama Económico Mundial verifica-se cada vez mais mudanças socioeconómicas com influência sobre o funcionamento do mercado. Nos últimos anos, o mercado de trabalho tem passado por várias transformações, desde processos de inovação tecnológica, alterações nos processos produtivos, mudanças das estruturas organizacionais e nos postos de trabalho, assim como na Gestão de Recursos Humanos (GRH).

ISCTE - Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa
Cidadania e Participação
Laboral/Sindical

O principal objetivo do estudo é o de reunir num único documento informação atualizada sobre o mercado de trabalho em Portugal e nos países europeus.

Edição de autor
Montemor-o-Novo
Legislação Portuguesa
Feminismo

A especial vulnerabilidade associada à posição ocupada pelo trabalhador no contrato de trabalho convoca, inevitavelmente, o surgimento de conflitos no seio das relações pessoais que neste se vão estabelecendo, sendo o assédio um fenómeno que emerge precisamente da desigualdade que caracteriza o vínculo laboral, necessariamente complexo na sua génese.

NOVA - Universidade Nova de Lisboa
Lisboa
Cidadania e Participação
Laboral/Sindical

De acordo com estimativas recentes publicadas pela Organização Internacional do Trabalho, todos os anos, 2,78 milhões de trabalhadores morrem devido a acidentes de trabalho e doenças profissionais (2,4 milhões dos quais devido a doenças) e 374 milhões de trabalhadores são vítimas de acidentes de trabalho não fatais. Estima-se que os dias de trabalho perdidos, a nível global, representam quase 4% do PIB mundial, atingindo os 6%, ou mais, em alguns países (Hämäläinen et al., 2017; Takala et al., 2014).

Organização Internacional do Trabalho
Lisboa